Bullet Journaling para Leitores
Olá, caros livrólicos! Para quem não me conhece, o meu nome é Vanessa, tenho 23 anos e sou de Lisboa. Para além de amante de livros, sou fã incondicional de itens de papelaria e Bullet Journaling. Como tal, tenho um blog e um canal onde falo sobre organização pessoal e literatura. Os mais distraídos podem nunca ter dado de caras com esta moda do Bullet Journaling, mas é um método de organização que veio para ficar.
 
Mas o que é isso do Bullet Journal, Vanessa? Ora, um Bullet Journal é, na sua essência, um sistema de organização que vocês próprios constroem. Existem imensos recursos online que vos explicam como podem começar o vosso Bullet Journal, incluindo um vídeo meu, por isso se quiserem aplicar o que vos proponho neste post, talvez seja melhor começarem por perceber como funciona o sistema.
Hoje, venho falar-vos de como um Bullet Journal pode beneficiar-vos como leitores, e dar-vos algumas ideias de páginas que podem divertir-se a fazer no vosso BuJo. Comecemos por falar de alguns benefícios do Bullet Journal:
 
  • Registo de leituras facilitado, que pode ser tão simples ou complexo como quiserem que seja. Registas todas as informações sobre os livros que lês, para teres acesso a estatísticas no final do ano? Faz uma tabela com uma coluna para cada dado que queres registar sobre as tuas leituras. Registas apenas o título do livro e a pontuação que lhe atribuis, como eu? Uma página dividida em duas colunas faz o trabalho!
  • Tudo o que está relacionado com leituras fica num só sítio, em vez de estar espalhado por várias apps, como o Goodreads, Google Keep, ou outras apps que possas usar para fazer listas. Quando começas um Bullet Journal, seja apenas para leituras ou para a vida em geral, toda a informação que te é relevante naquele momento está condensada num só caderno. Por esta razão, torna-se difícil perder algum tipo de informação que venhas a precisar mais à frente.
  • O simples acto de escrever no Bullet Journal é terapêutico. Falei um pouco sobre isto num vídeo recente em que converso com outro booktuber – a práctica do Bullet Journaling pode tornar-se numa autêntica sessão de terapia. Escolher um layout, montar uma página, e preenchê-la é um processo que nos acalma, e é um momento de descontracção. E não sou só eu que sinto isto, acreditem! Experimentem dedicar 30-60 minutos do vosso dia ao Bullet Journal e depois digam nos comentários se concordam ou não!
  • O analógico ainda não morreu. Na era digital, é cada vez mais comum ver quem troque as agendas por apps, e os cadernos por tablets. Eu própria sou culpada, porque uso recursos digitais para organizar várias áreas da minha vida. Mas, convenhamos, nunca vamos ter a mesma experiência numa app que podemos ter de caneta em punho. E o aparecimento do Bullet Journaling veio reavivar um pouco esta práctica que, até então, estava em declínio.
Será que estas razões vos convenceram a começar um Bullet Journal? Se sim, não corram já para ir buscar o vosso caderno, porque agora vem a parte divertida 😉 Ora vamos lá às páginas que escolhi para vos ajudar a organizar leituras…
Leituras de 2019
Melhores Livros de 2018
Registo de Leituras do Ano

Esta é a página que tenho em todos os meus Bullet Journals, sem falta! Gosto muito de ir registando as leituras ao longo do ano, e acabo por consultar muitas vezes esta lista. Seja porque me esqueci de quantos livros já li, ou porque alguém me pergunta “qual foi o melhor thriller que leste este ano?”, há sempre alturas em que esta lista me dá jeito!

De forma semelhante, podem também incluir no vosso BuJo as melhores leituras que fizeram durante o ano, um ritual que eu adoro fazer todos os anos!
Man Booker List
Man Booker List
Gestão de Prémios Literários
Se gostares de seguir os prémios literários – e de ler os livros antes de anunciarem o vencedor – estas páginas são para ti! Sempre que a organização de um prémio anuncia listas de nomeados, fico tão entusiasmada que dedico logo umas páginas do meu BuJo a esses livros (sempre com o intuito de os ler, mas raramente consigo cumprir esse objectivo 😢).
 
Anoto também as datas em que são anunciadas as shortlists e os vencedores, para ter toda a informação relevante no mesmo sítio e não andar a perguntar isso ao Google dias depois.
Desafios Literários
Desafios Literários
Tracker de Desafios Literários
Quem segue a nossa comunidade literária sabe que existem sempre desafios de leitura a acontecer. Pessoalmente, se não apontar os desafios e a minha TBR para os mesmos, nunca mais me lembro que estão a decorrer, por isso costumo criar páginas como esta. De forma semelhante à sugestão anterior, tenho todas as datas e informações importantes apontadas, e concentradas num só sítio.
Listas Livrólicas
Listas Livrólicas
Quem já usa Bullet Journal sabe que as listas são um elemento básico deste sistema de organização. Como leitores, penso que concordarão comigo se disser que temos listas infindáveis de livros que queremos ler, que já lemos, e que comprámos para ler.
 
Existem milhentas listas livrólicas que podem escrever, mas a que partilho convosco é uma das que mais me ajuda a organizar. Como bookstagrammer e book blogger, recebo alguns livros de editoras para resenhar – e estes livros tendem a acumular-se. No ano passado, criei esta página que listava todos os livros que me tinham sido enviados, separados por editora, para ir assinalando à medida que fosse lendo. Se me ajudou a manter a minha sanidade mental? Podem crer que sim!
Escrever Opiniões
Escrever opiniões
Costumo pensar nestas páginas como o meu Goodreads analógico. Nem sempre faço as minhas reviews de forma igual, mas normalmente incluo a capa do livro, a data em que comecei e acabei a leitura, e a avaliação. E uso estas páginas da seguinte forma: quando começo um livro, abro o meu caderno numa página em branco e começo a escrever anotações acerca do livro. Para ser mais eficiente e não me distrair da leitura, costumo fazer logo as anotações antes de adicionar as informações do livro, deixando um espaço em branco que será suficiente para depois incluir os elementos que já referi.
 
Não sei quanto a vocês, mas escrever durante a leitura de um livro faz-me reflectir sobre o que estou a ler, e adoro ter o registo daquilo que me ia na alma quando li o livro X ou Y. Escusado será dizer que, quando leio thrillers e policiais, vou escrevendo as minhas teorias e depois posso ver se sou, ou não, uma boa detective 🕵🏼‍♀️👀
Posto isto, espero ter convencido alguém a experimentar, pelo menos, uma destas páginas! Não se esqueçam de partilhar comigo e com a Sónia se o fizerem, e de comentar neste post qual foi a vossa dica preferida 😊 Muito obrigada por terem tirado um bocadinho do vosso dia para lerem este texto – até à próxima! ❣
Vanessa Teixeira
Vanessa Teixeira

Olá! Eu sou a Vanessa, uma miúda lisboeta de 23 anos. Se um dia me encontrarem, é muito provável que eu esteja a ler, a escrever em blogs, ou a beber Coca-Cola.

Copyright © 2021 Sónia Rodrigues Pinto · Theme by 17th Avenue