Sugestões do PNL para os mais Novos

Diz-se, sobre os portugueses, que não têm hábitos de leitura. Que preferem outro tipo de hobbies nos seus tempos livres e que compram cada vez menos livros. E falando dos mais jovens, parece que o cenário não é melhor… Fruto da maior ou menor pressão por parte da escola, a promoção de bons hábitos de leitura será, provavelmente, uma preocupação da maioria dos pais.

Nem sempre é fácil desligar os nossos filhos de outras fontes de interesse, como a televisão, o tablet ou o computador. Mas será que os pais não passam, também, grande parte do seu tempo em frente a ecrãs? Não será isso que os seus filhos os vêem fazer na maior parte do tempo que estão juntos?

Sou leitora por imitação, como costumo dizer. Desde que me lembro que ando sempre com um livro atrás. E muita dessa paixão, aprendi por imitação com a minha mãe, também ela uma verdadeira livrólica! E, claro, desde que fui mãe, ter bons livros à disposição do meu filho tem sido uma das minhas principais preocupações. E tenho momentos em que me pergunto: Qual será o melhor livro para o meu filho nesta idade? Qual será o melhor tema para ele explorar neste momento? Acredito que essa seja também uma das dificuldades que muitos pais têm. Claro que os interesses irão sempre depender da maturidade e da idade da criança, mas existem formas de escolher livros que se adequam à faixa etária, facilitando a nossa escolha no momento de comprar.

Acredito que o Plano Nacional de Leitura (PNL) seja conhecido de todos. Mas sabiam que, mais do que ser uma ferramenta utilizada pelas escolas para a selecção dos livros para as listas de leitura, pode também ser uma boa ajuda para todos nós?! Este plano encontra-se dividido por faixas etárias e tem imensas sugestões de leitura para todos. Hoje trago alguns livros que fazem parte do PNL e que são dos nossos preferidos aqui em casa… De mãe e filho! Vamos conhecer estas sugestões?

Sugestões do PNL para os mais Novos
Até aos 5 Anos

Esta é uma fase em que existe a descoberta da linguagem e dos livros. Manuseiam-se os livros pela primeira vez. Passa-se por uma fase de descoberta e os livros costumam ser sinónimo de brincadeira e de hora de dormir. Para esta fase de vida dos pequenos leitores em formação, escolhi três livros bem divertidos e apelativos para os mais pequenos.

A Nonô e o Peluche fala do crescimento e da necessidade de, algumas vezes, o peluche ter de ficar sozinho porque é tempo de ir para a escola ou de sair com os pais. Uma boa e ligeira maneira de falar da separação e de permitir aos mais pequenos compreender os sentimentos à sua volta.

Todos no Sofá, um clássico de Luísa Ducla Soares, aborda os números de forma divertida. Num sofá podem caber todos os amigos do mundo… Será que sim? Claro que sim! Bem acomodados, existe sempre espaço para mais um amigo!

O Elmer e os Hipopótamos puxa pela imaginação na resolução de problemas. Uma personagem que celebrou 30 anos em 2019, cativa gerações e gerações de crianças pela boa disposição e por os desafiar a puxar pela cabeça!

Dos 6 aos 8 anos

Aos seis anos, dá-se a entrada na escola primária e tudo muda para os mais novos. Os dias repletos de brincadeira dão lugar a tempo que é passado na escola e em que a necessidade de concentração e de compreensão do mundo à sua volta começa a ter de ser outra. Mas isso não impede que haja bons momentos em torno da leitura.

Um clássico obrigatório para pais e filhos é este Adivinha o quanto eu gosto de ti. Falar das emoções, da aprendizagem e daquilo que pode significar o amor são os temas principais deste livro. Através da relação entre a lebrinha e o seu pai, testemunhamos uma linda história perfeita para reforçar os laços em família antes de ir dormir.

O Monstro das Cores será, provavelmente, o livro para falar de emoções por excelência. Associando cores a cada emoção, este monstro pode ser uma óptima ferramenta para os mais novos compreenderem melhor aquilo que sentem. Com o desafio da entrada na escola primária, novos amigos e novas realidades, pode haver emoções que não estejam a compreender e este livro pode ajudar muito nesse processo.

E porque é importante que os mais novos contactam com os nossos autores desde cedo, O Coelhinho Branco de António Torrado é o livro certo. Um livro que já acompanhou os pais quando eram crianças e que agora pode ser uma das melhores companhias, também, dos mais novos!

Dos 9 aos 11 anos

Os interesses vão mudando e as leituras devem acompanhar essa mudança! Mas não é por isso que se devem deixar de parte os clássicos de sempre. O Principezinho é a prova disso! Um livro recheado de criatividade, que puxa pela imaginação e desafia os sentimentos, que convida a reflectir sobre os valores da vida.

E depois de reflectir sobre esses valores, porque não entrar no mundo mágico de Harry Potter com Harry Potter e a Pedra Filosofal? O primeiro livro da série, com Harry, Ron e Hermione ainda crianças, é o passo certo para se tornarem verdadeiros potterheads!

Dos 12 anos em diante

Quando começamos a entrar na literatura juvenil, os temas e a trama adensa-se e outros livros começam a surgir no horizonte.

Livros como O Rapaz do Pijama às Riscas começam a mostrar outra realidade. De leitura simples, permite compreender que nem sempre o ser humano é brilhantemente bom e que existem histórias de vida que podem ser bem mais difíceis que as nossas.

Continuando a crescer, chegam livros como Quando Hitler Roubou o Coelho Cor-de-Rosa ou Se Isto é um Homem. Leituras especialmente indicadas a partir dos 15 anos, estes dois livros permitem continuar a explorar a história europeia. Primo Levi é um dos maiores génios da literatura afectado pela Segunda Guerra Mundial e é de leitura obrigatória para todos, jovens e pais. Por outro lado, a biografia de Judith Kerr, com o seu coelho cor-de-rosa, mostra uma outra história de uma sobrevivente, valorizando a demonstração de grande resiliência e de crescimento antes do tempo.

Sugestões do PNL para os mais Novos

Estas são as minhas sugestões para os mais novos que esperam que façam as delícias de todos. Pais e filhos devem reunir-se em torno das leituras e explorar essa experiência como algo de bom. Não como algo que a escola pediu e é obrigatório fazer. Se retirarmos essa pressão da obrigação e encararmos a leitura com prazer… Acreditem que irão ter pequenos leitores em crescimento em vossa casas!

Sandra Campaniço Cavaleiro
Sandra Campaniço Cavaleiro

Sou a Sandra Cavaleiro, a apaixonada por livros responsável pelo projecto Leituras Descomplicadas. Desde que me conheço que me recordo de ter um livro comigo. Ganhei esta paixão da minha mãe que me despertou para a importância da leitura e de ler diferentes géneros. Todos os anos, a ida à Feira do Livro era obrigatória e assim fui descobrindo diferentes autores e temas. Apesar de me ter formado numa área completamente diferente (sou licenciada em Química), a escrita e os livros sempre fizeram parte dos meus dias.

Em 2019, criei o Leituras Descomplicadas com dois objectivos: partilhar o gosto pela leitura e ajudar a desenvolver hábitos de leitura nos mais novos. Com o meu filho, redescobri os livros para crianças e acredito que incentivar a ligação das crianças aos livros, desde cedo, só os irá ajudar a desenvolverem uma melhor relação com a leitura, que perdurará para toda a vida. Como costumo dizer, "filho de leitor, leitor será!".

Gostava de, todos os dias, inspirar um adulto e uma criança a apaixonarem-se por um livro. Se apostarmos no efeito de rede, conseguiremos chegar cada vez a mais leitores e isso só pode ser bom para nós e para a nossa cultura.

Copyright © 2021 Sónia Rodrigues Pinto · Theme by 17th Avenue